Fotografia de casamentos: acerte na escolha e eternize seus momentos

A fotografia do casamento e o vestido da noiva ocupam posição de destaque nas etapas de planejamento, pré-produção da festa e cerimônia. O vestido, por ser um dos principais símbolos utilizados para representar o matrimônio; a fotografia, por registrar momentos insubstituíveis.

 

São esses os elementos que servirão como lembranças de uma data tão cheia de significados. Não importa onde você case: mansão, praia, sítio, hotel... é essa a hora dos melhores flashes da sua vida.

 

É por isso que ter fotos de casamento perfeitas é um desejo que nunca sai de moda. É uma preocupação inevitável de quem está prestes a trocar as alianças. Aliás, você já reparou que, nos últimos anos, os cliques vão muito além da festa de casamento?

 

Tradição nas cerimônias mais contemporâneas, as fotografias de bastidores, usadas para registrar o Dia D, viraram item cobiçado. As imagens incluem desde o brinde com as madrinhas até o banho para relaxar ou algum detalhe da amarração do véu.

 

Com tantas opções na hora de pensar nas fotografias do casamento, ficam as dúvidas: como escolher? Por quê? O que considerar? São questões constantes para quaisquer noivos à beira do altar.

 

Muitos noivos, inclusive, começam a pensar e planejar os casamentos sozinhos, procurando informações em sites e blogs. E nós queremos ajudá-los.

 

Se você está entre aqueles que querem garantir as melhores fotografias no dia do casamento, basta ficar atento e seguir as recomendações a seguir.

A escolha do profissional

 

Um engraçadíssimo vídeo que circula na internet mostra o momento em que, na cerimônia de casamento, um primo da família é escolhido para tocar a música da entrada. A escolha, no entanto, rende boas gargalhadas por conta da falta de habilidade do primo com os instrumentos.

 

Erros como esse só servem para boas risadas. Não há nada de engraçado em contratar a pessoa errada para assumir a posição de fotógrafo oficial. Longe do papel de um profissional, a atuação de tios, primos ou vizinhos pode resultar em um verdadeiro desastre nas fotos do casamento.

 

É importante considerar que, além do bom equipamento, os profissionais sabem bem a hora certa de clicar. Afinal, estão ali exclusivamente para essa tarefa. Você não correrá o risco de perder uma foto só porque seu tio bebeu demais e esqueceu o equipamento na mesa.

 

A seleção das melhores imagens da cerimônia – e dos noivos – só é possível por quem entende do assunto de verdade. Sublinhe: de verdade. Os fotógrafos profissionais sabem brincar com o jogo de luzes, potencializando as imagens e garantindo as melhores fotografias do casamento.

 

Os mesmos conceitos que caracterizam os pintores – e aqui estamos falando de estilo – diferenciam, também, os fotógrafos. Ou seja: ainda que as fotos posadas façam parte do ritual do casamento, os fotógrafos devem, sim, recorrer a pequenas e leves distorções da imagem na intenção de causar efeitos criativos.

 

Mais interessantes ainda são aquelas fotos de casamento em que se trabalha com a riqueza de espaços mais pictóricos, tornando a cena pura e natural.

 

O conjunto de uma foto não é determinado por força da sorte. Os bons fotógrafos avaliam o espaço antes das sessões de fotografias, trazendo sugestões, se for o caso. Até porque toda visão artística está vinculada à decoração. E a criatividade é sempre bem-vinda.

As fotografias de bastidores de casamentos viraram item desejável nos últimos anos.

Importantíssima dica: na hora de escolher aquele que vai assinar o seu álbum, evite quem está em fase de experimentações. As fotografias de casamento devem estar nas mãos de profissionais reconhecidos no mercado e que tenham prática há muitos anos.

 

João Paulo, fotógrafo profissional da Strateji Studio, não nos deixa mentir. “Comecei a fotografar com 12 anos com uma câmera semiprofissional. Os anos serviram de aprimoramento da experiência”.

 

Lembre-se: no fim das contas, vale escolher sempre aqueles com experiência. São eles que não deixam os detalhes passarem despercebidos.

Características do bom fotógrafo de casamentos

As fotografias de casamento recebem o título de “documento de família”. Isso porque são, na verdade, o primeiro registro do casal, tal como uma certidão de nascimento.

 

Na prática, isso significa que passará de mãos em mãos e, por isso, precisa causar boa impressão nas próximas gerações. Bons fotógrafos abraçam essa ideia e trabalham para capturar ao máximo cada detalhe que possa trazer, no final da festa, prazer e satisfação aos noivos.

 

Algumas práticas ajudam a identificar os bons fotógrafos. São pequenos detalhes que podem trazer credibilidade ou aceitação de um ou outro profissional. E saber disso é extremamente importante. Afinal, noivos seguros são noivos satisfeitos.

 

Os bons fotógrafos são capazes de enxergar problemas e se mexer para resolvê-los. Uma luz inconveniente ou um cenário ruim não passam despercebidos nas mãos de quem entende do que faz.

 

Comunicar-se com clareza com os noivos, entender o que eles querem e satisfazer as expectativas são tarefas fáceis para o bom fotógrafo.

 

Aliás, os fotógrafos mais bem-sucedidos dividem um segredo por trás do sucesso: dão espaço para a criatividade. Permitir inovação nas poses e nas fotografias do casamento é, justamente, um exemplo dessa criatividade. Para os noivos: levem esse aspecto em consideração.

 

O fotógrafo não precisa, por exemplo, seguir sempre um mesmo roteiro para fotografar. Detalhes de silhueta ou até a mesma imagem vista por ângulos diferentes rendem ótimas imagens.

 

Resumindo: não tem milagres! A foto só sai boa quando o fotógrafo leva a sério o trabalho.

A importância do relacionamento com os clientes

 

Você já deve ter percebido que os bons fotógrafos valorizam o tempo que passam com os clientes. Eles investem suas horas em conversas com os noivos para criar afinidade, empatia e familiaridade. Dessa forma, os noivos ganham confiança e, assim, os resultados são cada vez melhores.

 

Em outras palavras, o trabalho do fotógrafo de casamento, na grande maioria das vezes, envolve um processo de conhecimento do casal. Isso porque o relacionamento com os clientes vem aliado à habilidade técnica.

 

Discutir ideias, entender os objetivos do trabalho e fazer sugestões contribui para a performance do profissional. Se os noivos estão seguros, rendem boas fotos. Ao contrário, se estão inseguros, não conseguem perceber o valor da fotografia.

A importância dos equipamentos de primeira linha

 

Foi no final do século XIX que os casados passaram a contratar fotógrafos para tirarem suas fotos. Na sequência, os álbuns de casamento se popularizam e, ao longo dos anos, a tecnologia foi permitindo que mais e mais fotos fossem tiradas.

 

Na década de 1970, por exemplo, não havia pose para o fotógrafo. A mesma espontaneidade faz sucesso nos casamentos já do século XX. Tudo espontâneo: os movimentos dos noivos, a garfada do bolo, os rostos emocionados.

 

É responsabilidade do fotógrafo ir atrás e capturar esses detalhes. A diferença é que, nos dias de hoje, é possível fotografar – sem receio de que o filme vá acabar.

 

No mercado, há muitos recursos disponíveis para fotografar: iPhones, iPads, smartphones e por aí vai. A qualidade não é ruim, pois os sensores dessas câmeras são similares aos das câmeras digitais.

 

Mas, se o objetivo são fotos de casamento com boa coordenação motora entre mãos e visão, bons reflexos e ajuste das distorções, os equipamentos profissionais são indispensáveis.

 

Alguns diriam que o erro não é o de, propriamente, não ter recursos e bons equipamentos. O erro está em não os aplicar corretamente. Ao mesmo tempo, não há dúvidas de que equipamentos de qualidade superior influenciam positivamente.

Noiva bem fotografada é uma noiva ainda mais feliz

Talvez a mais interessada nas fotografias de casamento seja – na maioria das vezes – a noiva. Por isso, todo o trabalho do fotógrafo precisa favorecer a grande personagem da noite.

 

Uma dica valiosíssima é reservar um espaço na intensa agenda do dia do casamento para tirar fotos apenas da noiva. É importante que ela tenha uma recordação exclusiva. Nessa hora, o próprio vestido torna-se um objeto relevante na composição das imagens.

 

O dia do casamento provoca certa inquietação. É normal que as noivas fiquem ansiosas, emocionadas e agitadas no grande dia. A timidez as vezes também se apresentam e as lágrimas com certeza aparecerão em algum momento.

 

Os fotógrafos mais experientes sabem identificar todas as emoções e sensações do grande dia e não deixam passar nada! Estão atentos a todas as situações e sabem como lidar (e também respeitar) com cada momento desse dia único e tão especial.

Ficou claro neste artigo que fotografia de casamento é coisa séria, não é apenas fazer uma pose e pronto. Por isso, é indispensável contar com bons profissionais. O resultado serão imagens que inspiram noivos, familiares e amigos e eternizam os momentos mais importantes da sua vida.

 

E você, pronto para sair bem na foto? Conheça o trabalho da equipe do Strateji Studio.

Jundiaí | São Paulo - contato@strateji.com.br

Follow us on social media!

©Strateji Studio | Worldwide available