Nós vamos invadir sua praia


Essa é a terceira parte da nossa história! Então, se você está chegando aqui pela primeira vez e gostaria de ler as duas primeiras partes é só clicar aqui ó: Parte 1 - Como surgiu a Strateji? A história que poucos conhecem

Parte 2 - O maior investidor da Strateji

Se você já leu as duas primeiras partes, e tá ansioso pra saber o resto, vamos lá! O próximo episódio da história da Strateji pode ficar um pouco confuso, porque ele inevitavelmente se mistura com a história de como eu e João Paulo começamos a namorar.


João e eu no Lolapalooza hiper mega apaixonados em março 2016 Sem pretensões

Eu e o João já nos conhecíamos de vista, mas nunca tínhamos sequer nos cumprimentado, e foi no casamento do Chile que nos falamos pessoalmente pela primeira vez. Eu estava surpresa de encontrar ele trabalhando lá. Qual era a probabilidade não? Naquela época eu estava muito feliz e aliviada pois semanas antes havia finalmente passado na prova da OAB/SP, estudos que levaram dois anos de muito sacrifício. Pois bem, trocamos umas idéias, nada demais. No mês seguinte, outro amigo meu iria se casar (sim, adoro casamentos!), só que dessa vez era em Brasília. Eis que estou toda toda lá na festa e encontro quem? Isso mesmo: João Paulo!

“Você de novo?” conversamos mais aquele dia, mas ele estava muito atarefado gravando o casamento e eu estava curtindo a pista de dança. Curti tanto a pista aquele dia que perdi a hora de assistir o vídeo surpresa que ele havia preparado para os noivos, na festa. Acabei ficando em um lugar ruim de assistir, o que me levou a querer assistir depois na página do Facebook da Strateji. Uau. Fiquei muito curiosa. Tinha alguma coisa diferente naquele vídeo, e eu como fã que sou do assunto tive certeza que ele estava se inspirando nos mesmos videomakers que eu já admirava e não teve jeito, tive que (re)adicionar ele no facebook e perguntar de onde vinham as inspirações dele. Papo vai, papo vem e logo estávamos imersos em uma conversa sobre trabalho, quando o João teve uma brilhante ideia. O útil, agradável e óbvio

Eu fotografava e ele sabia. Eu queria aprender mais, fazer mais fotografia e aprender sobre vídeo. Ele precisava muito de uma equipe nova, novos freelas e pessoas que o ajudassem com a empresa, e a necessidade era urgente. Ele fez o convite para trabalharmos juntos: ele iria me ensinando as coisas que ele sabia sobre o vídeo e eu poderia praticar mais na foto. Parecia perfeito. Fiquei muito animada, adorava fotografar. E fazia isso apenas porque me dava prazer, nunca imaginava uma carreira na área. Mas, se dava para agregar mais conhecimento, pensei: "porque não?" Então demos início ao plano de trabalho (no meu caso aos finais de semana, pois trabalhava com advocacia de segunda a sexta) e logo ele começou a me incluir nos jobs que ele tinha para fazer.


Ensaio que fiz da minha família em Ubatuba, em São Paulo, um pouco antes de conhecer o João


Ensaio fotográfico que fiz de uma família de amigos em Jundiaí. Um dos primeiros da minha vida SÓ QUE não contávamos que nessa convivência que estávamos tendo, iríamos nos apaixonar. Foi instantâneo, foi rápido e virou NOSSO mundo de cabeça para baixo. Parecia o certo a fazer, e logo os trabalhos já não eram só trabalho. Enfim, começamos a namorar em dezembro de 2015.


Foto que marca nosso começo de namoro

A Strateji de dois <3 Eu tinha muita intenção de ajudar, principalmente porque como nossos horários acabavam não batendo, eu me desdobrava cada vez mais para estar nos eventos com ele no final de semana, pois se não fizéssemos dessa forma ficaria muito difícil de nos vermos. Eu via que ele estava bem sobrecarregado tendo que fazer tudo sozinho na empresa. Como eu tinha experiência com finanças, comercial e eu tinha a advocacia, comecei a ajudá-lo mais, além de apenas fotografar para ele e ele aceitou muito bem tudo isso, aliás, ele achou muito bom (óbvio). Insistia que formávamos uma ótima equipe. Conforme nosso namoro ia evoluindo, eu ia cada vez mais me envolvendo nos trabalhos e as idéias que antes eram só dele, passaram a ser nossas, assim como os sonhos, interesses para a empresa e eu automaticamente comecei a contribuir para quase tudo. Aos poucos, percebemos que a Strateji acabou se tornando muito minha cara também. Isso não foi em nenhum momento um problema para o João, ele passou a me convidar muitas vezes para ser sócia da empresa, porém eu ficava muito receosa de me arriscar, entrar para um negócio diferente da minha área de formação, mas eu estava muito envolvida com o nosso trabalho, e aceitei. E foi a melhor coisa que eu fiz na minha vida.


Um dos nossos primeiros trabalhos juntos, em dezembro de 2015. Da esqueda para a direita: Gustavo, eu, João, Bruno e Letícia

O começo de uma marca Neste nosso 1 ano e 7 meses de namoro a Strateji finalmente está se transformando naquilo que sempre quisemos que ela fosse, uma marca diferente que os casais assim como nós pudessem se identificar. Se formos parar pra ver, é um tempo bem pequeno para tantas coisas que fizemos, e mostra o quanto trabalhamos muito duro pra isso. Mudamos nossa rotina, mudamos nosso jeito de trabalhar, erramos muitas vezes (e certamente continuaremos a errar) mas acima de tudo, amadurecemos muito. Precisávamos fortalecer a nossa marca, queríamos que as pessoas que nos conhecessem soubessem exatamente o que nós temos de diferente, não queríamos fazer mais do mesmo. Para isso, precisávamos trabalhar pesado na imagem que queríamos criar. Nós não temos formação em marketing nem nada, mas, intuitivamente comecei a fazer um trabalho para que as pessoas conhecessem apenas o nome e para que nós alcançássemos os nossos clientes em potencial. Fui levantando curtidas no meu facebook, e pedi para todos os amigos que nos davam uma força convidarem seus amigos também. Isso nos fez atingir o nosso primeiro marco e precisávamos comemorar: 1000 likes no Facebook! Isso era uma enorme conquista para nós, e queríamos agradecer toda a força que deram pra gente. Pensamos em publicar uma foto de agradecimento, mas o João teve uma idéia muito melhor. Uma foto não expressaria a nossa felicidade então, decidimos fazer um vídeo. E, na minha cabeça, estes foram os primeiros sinais concretos de que estávamos no caminho certo! O vídeo Strateji Stories representa muito do que queríamos passar para quem nos conhecia e a a minha reação quando finalizamos foi: É ISSO, VAI BRASIL!


Ei, não acabou não! Esse é só um pedacinho da história! Conta pra gente o que você achou? Tô louca pra saber! E não esquece de voltar porque logo logo a gente posta mais! Um beijo!

#começo #fotografia #história #video

5 visualizações
  • Facebook Limpa
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon

Jundiaí | São Paulo - contato@strateji.com.br

Follow us on social media!

©Strateji Studio | Worldwide available